• SG

Namoa Digital no Think Tank Automotive Logistics 2018

Updated: Jun 30

No evento da AUTOMOTIVE LOGISTICS SOUTH AMERICA 2018 em São Paulo, a Namoa Digital teve o prazer de ser moderadora do “Think Tank: Competências, Talento e Recrutamento” com diversos representantes da área de Supply-Chain de montadoras e fornecedores de autopeças.


por Stephan Gruener com o apoio de André Cardoso em 06.12.2018



Evento ALSA no Hotel Hilton Morumbi São Paulo


A expectativa sobre o futuro

Nos próximos cinco a dez anos, o modelo tradicional da Indústria Automotiva passará por um processo de transformação nunca visto anteriormente.

Áreas disruptivas como as expectativas dos clientes, as novas tecnologias, os novos entrantes de mercado e a redefinição de conceitos de colaboração terão grande influência na modelagem e nas operações de Supply-Chain-Management e logística. A maioria das montadoras atualizou a sua visão e colocou em prática diversos projetos em novos segmentos – desde carsharing, aplicativos de mobilidade urbana e até participação em redes de fast-food.

Mas o que essa transformação significará para o dia-a-dia de equipes que atuam em operações logísticas, planejamento de demanda, transportes, etc? Como cada profissional pode se preparar para os novos desafios? Como as diferentes gerações podem cooperar nesse processo?

Seguem abaixo os aspectos técnicos e comportamentais discutidos para este processo de mudança:


Aspectos técnicos


Moderação Think Tank Stephan Grüner CEO Namoa Digital

Importância de uma Visão “end-to-end”

O conhecimento global é essencial para gerir com sucesso um Supply-Chain, principalmente devido à complexidade desta área. Compreender o impacto de cada ação (que ocorre em dada etapa em um dado processo) é algo fundamental. Mesmo a mais “inofensiva” das ações pode comprometer o nível de serviços para o cliente final ou até o desempenho do processo como um todo.

Obter essa visão global se tornou um desafio ainda maior com a segmentação dos negócios. A atual deficiência em relação a esse conhecimento geral pode, no entanto, ser corrigida através do estímulo dessa prática nas equipes e do contínuo desenvolvimento dessa habilidade por parte de cada profissional.





Especialização em Eficiência e Automação

Oportunidades antes impossíveis devido a limitações técnicas ou de custo tornaram-se viáveis graças às novas tecnologias. Por esse motivo, para alcançar a desejada transformação através da cooperação com empresas de tecnologia, torna-se cada vez mais importante a especialização do profissional em soluções para ganho de eficiência e automação.

Esse objetivo demanda a união de um conhecimento detalhado de processos operacionais e administrativos com uma visão ampla sobre as tecnologias aplicáveis em cada negócio – para isso é necessário saber filtrar as variadas opções de tecnologia disponíveis.



Sessão Think Tanks Automotive Logistics

Gestão em Estratégia e Projetos

Uma visão estratégica alinhada com a capacidade de alimentar um pipeline de projetos de Digitalização é ainda algo raro de se observar. Além de possuir o conhecimento profundo sobre os processos e de todas as interfaces internas e externas da empresa, é necessário aos gestores ter a capacidade de traduzir para o nível de execução toda esta complexidade.

O driver de decisão sobre o que é prioridade dentre os projetos de Digitalização deve ser uma análise global não só dos benefícios de cada projeto, mas sim como cada um deles contribui para que a organização alcance a sua visão estratégica a curto, médio e longo prazo. Pois muitos projetos poderiam apresentar um ROI insuficiente quando considerados isoladamente, mas são essenciais para se atingir a estratégia a longo prazo.



Skills de IT

A área de Supply-Chain é normalmente a maior consumidora de soluções de IT. Profissionais com conhecimento em data analytics, machine learning, etc, aliado ao conhecimento em Supply-Chain terão uma contribuição decisiva para esse negócio – e esta é uma área com muita carência dessa mão-de-obra.



Aspectos comportamentais


Clareza para o Indivíduo

Além de despertar a curiosidade pelo novo, é inegável que a transformação digital tem despertado em muitas pessoas insegurança em relação ao futuro. É necessário desmistificar a ideia de que essa visão somente pavimentará o caminho da inteligência artificial e apenas dará espaço para poucos profissionais. O que é esperado na prática, no curto, médio e longo prazo? Neste evento, ficou claro que o volume de projetos está realmente grande e que estes ainda estão no estágio inicial – em vários projetos foi mencionado que na maioria dos casos ainda falta uma padronização da Base de Dados. Mas para buscar estas oportunidades de trabalho é essencial que cada um esteja aberto para desenvolver as suas competências e consiga entender o seu papel neste processo de transformação.




Propósito

Este foi o item mais citado na área comportamental. Trabalhar alinhado com um propósito se tornou extremamente importante para a retenção de talentos e para a motivação das equipes nas empresas. Além da remuneração financeira, o trabalho precisa trazer um significado.

Principalmente as novas gerações buscam ativamente o entendimento do propósito. Em ambientes tradicionais e ainda muito hierárquicos existe uma dificuldade em sistematizar este conceito. Modismos bem como a implementação de processos de reestruturação sem entendimento claro dos benefícios acabam causando um efeito contrário. Em contrapartida, uma metodologia adequada de implementação de projetos com a medição de resultados em ciclos menores pode trazer uma maior identificação, uma vez que expõe os benefícios gerados e assim proporciona a percepção sobre o sentido daquele trabalho para alcançar a visão.



Habilidade de Comunicação

É necessária uma comunicação eficiente sobre o roadmap detalhado para cada projeto de digitalização, de modo que os participantes entendam quais são as atividades e qual é o papel de cada um. As expectativas são muito individuais – e como tratar isto em estruturas cada vez mais segmentadas e com profissionais de diferentes gerações? A habilidade de comunicar bem com diferentes públicos alvo será um grande diferencial dentro de uma organização.



Iniciativa

A Digitalização precisa de pessoas criativas e com vontade de se reinventar. Ferramentas de design thinking ou design sprints são alguns exemplos de incentivo. Um exemplo interessante citado foi o de dois jovens profissionais de um TIER1 que aprenderam um novo idioma através de um aplicativo free, enquanto outros falaram que não tinham dinheiro para um curso. As possibilidades aumentaram sim, mas é preciso ter iniciativa própria!



Pela experiência dos presentes, os profissionais recém-formados chegam às empresas sem qualquer conhecimento técnico nas áreas de Supply-Chain-Management e Logística. Foi unânime a constatação de que, nas instituições de ensino, o preparo dos profissionais para esse segmento é insuficiente. Consequentemente, além de reforçar esses conhecimentos nos cursos atuais de nível superior, há muito espaço para criação de cursos técnicos focados na formação desses profissionais. Hoje, as empresas não tem opção, a não ser incentivar o desenvolvimento dos profissionais de forma mais individualizada, bem como implementar novas ferramentas e modelos de trabalho para que o conhecimento se propague na organização – e talvez esta seja uma das tarefas mais importantes para os gestores atuais. Você não se sente motivado para um novo desafio tendo as competências certas?


A Namoa Digital agradece a toda a organização da Automotive Logistics e em especial Christopher Ludwig, Kate Rooney e Louis Yiakoumi pela oportunidade!


Veja aqui o relatório completo do evento: https://automotivelogistics.media/events/south-america/2018-2/149618-2

Namoa Inteligência Digital Ltda

+ 55 11 4314 - 9045     (devido às restrições COVID estamos atendendo somente pelo número abaixo)

+ 55 11 96187 - 2672   (utilizar este número)

 

Alameda Terracota, 185

Torre Park, Sala 815

Cerâmica - CEP 09531-190

São Caetano do Sul - SP - Brasil

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White YouTube Icon

© 2020 by Namoa.